Sinto-te Dentro de Mim

Escrevo mas continuo sem ser boa com palavras quando tenho de falar sobre o que sinto. O que é que eu sinto mesmo? A questão é um tanto subjetiva e não sei bem o que responder. Tu. És tu quem sinto dentro de mim. As memórias de nós tocam inesperadamente na minha mente, fazendo-me sorrir por sermos tão estranhos juntos e parecer tão certo. Como é que poderia adivinhar ou, até, imaginar que isto iria acontecer? As tuas palavras não foram propositadas para me acalmar mas tiveram esse efeito. O teu toque moldou-me a alma, criando marcas de ti em mim. A tua voz! A voz que me faz sorrir cada vez que a ouço e a voz que me faz sentir segura. O teu sorriso, os teus olhos, o teu cabelo. É desconhecido, para mim, isto que se está a passar mas não trocaria por nada. O quão lamechas isto soa e o quão impressionada estou comigo por estar a escrever isto. Tornei-me numa daquelas pessoas que racionaliza o amor mas não consegue tornar menos piegas a descrição da palavra ou a descrição de ti.  Tudo tem um propósito mas parece ter sido tão acidental, demasiadas coincidências. Estava às escuras mas tu não me iluminaste, caminhaste comigo mesmo não sabendo o que irias encontrar. Uns caminhos são largos, outros apertados, uns mais escuros que outros, mas aqui estamos nós: ainda caminhando à procura de algo que nem sabemos. O caminho não para visto que é uma longa jornada, todavia, espero que não te canses pelo caminho como antes fizeram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt