De Novo V

Quero dormir contigo. De novo. E de novo. E de novo. Quero sentir o calor do teu corpo no meu, a tua pele suada friccionando a minha. A maneira como o teu toque envia electricidade para dentro de mim, causando uma dolorosa e calorosa sensação de prazer. Beija-me. De novo. E de novo. E de novo. Torturas-me para me fazeres implorar para te ter porque sabes que admitir isso me deixa vulnerável. Queres deixar-me despida, não só fisicamente como mentalmente. Queres que deixe de lado os meus medos e pesadelos para me entregar inteiramente a ti. Queres possuir-me ao invés de ser os meus demónios a possuírem-me. Estimula o meu corpo, estimula a minha mente. Aproxima-te e afasta-te.  De novo. E de novo. E de novo. Deixa-me sentir a tua entrega a mim. Deixa-me sentir-te dentro de mim. Aquece-me ao ponto de querer explodir, no entanto, nunca é suficiente. Preciso de uma nova sensação. Preciso do curto-circuito que provocas no meu corpo. Preciso do acelerar da respiração e do coração. Preciso de todas as sensações que despertas do meu ser. De novo. E de novo. E de novo.  Olha para nós: dois loucos que se riem enquanto estão nus, que se olham com o desejo de se querem fundir, que criaram a uma realidade paralela só nossa. O quarto tornou-se um refúgio, abafando todos os problemas e as frustrações são descarregadas em atos prazerosos. Então vamos explodir um ao outro, um com o outro, um contra o outro, um em cima do outro. De novo. E de novo. E de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt