✿ quero e não quero.


Quero fazer tudo e quero fazer nada. Quero criar mundos e viver nos mundos criados. Quero explorar vidas e ser explorada. Quero ser inspirada e inspirar. Quero dar e receber. Quero diferentes caminhos e quero só um. Quero marcar e ser marcada. Quero mil e uma coisas e sinto que não quero nenhuma. É uma mistura de sentimentos, pensamentos, emoções, pesadelos. Há tantas maneiras de fazer algo correto e há tantas maneiras de fazer algo errado. Não há como saber o que vai dar certo ou errado porque tudo é incerto. Eu sei que tudo o que eu planeei até agora podia dar errado, há sempre essa possibilidade. No entanto era outro tipo de errado porque era feito com o coração. Segui o meu coração e estava pronta para lidar com as consequências porque não havia como seguir outro rumo. Agora sigo à deriva e sem ideias concretas sobre o que fazer e o meu coração está calado, esgotado. Sempre foi fácil até agora saber o que tinha de fazer porque estava sempre de cabeça baixada. Olhava para o chão à medida que andava já que não valia a pena repensar algo a que a minha alma já se tinha entregado. De repente sou obrigada a olhar em frente e o horizonte cega-me com o seu brilho. É demasiado brilhante para conseguir manter os olhos abertos então fecho-os. O problema é que não é possível parar o tempo e a caminhada para eu pensar. Os meus pés andam automaticamente porque é esse o curso natural da vida. A minha mente está perdida porque esse é o curso natural de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt