✿ ritmo, que ritmo?


Uma das coisas que sempre me deixou assustada foi o tempo. Parece paranóico e meio estúpido ficar assustado por causa do tempo, eu sei. Tenho perfeita noção que os meus medos são um tanto irracionais e, muitas vezes, nem fazem sentido - isso não os torna menos importantes, no entanto.
O tempo é algo bastante abstrato e concreto ao mesmo tempo, torna-se difícil defini-lo. O homem criou o conceito de tempo e agora depende dele para tudo, não é estranho? Há este ritmo necessário de se manter devido ao tempo se acabar, este objetivo de fazer tudo de incrível (ou que se acha incrível) em menos tempo possível para poder ser um prodígio, em fazer o mais extraordinário e incrível porque só assim é possível dizer que se fez algo verdadeiramente importante na vida. 
Criou-se este ideal de metas quase irreais e uma obsessão nociva nasceu para as atingir, como se a vida dependesse dessas metas. Não me interpretem mal, sou a favor de criar sonhos e lutarem por eles - é o melhor que se pode fazer. No entanto, é preciso lembrar que leva tempo para chegar a eles, vai demorar e vais cair e vais errar e vais aprender e vais voltar a tentar.
Não é preciso comparar o teu percurso a alguém que já o fez porque nós todos andamos a ritmos diferentes e está tudo bem em que isso aconteça. Com a era da internet cresceu o comparar quem somos com alguém em circunstâncias diferentes das nossas. Eu tinha muito a ideia que "se não publicar o meu livro até aos 18 anos não vai valer a pena" e não podia estar mais errada. Na minah cabeça, eu precisava de fazer as coisas enquanto era adolescente para poder ser considerada um fenómeno incrível.
Há sempre a mania de correr ao mesmo ritmo que o nosso vizinho que nos esquecemos que ele é um indivíduo totalmente diferente de nós, é normal que ele consiga algo que eu não consiga e vice-versa. Se não aconteceu até agora, é porque não é para acontecer já - mas isso não quer dizer que nunca aconteça. Não tenhas presa de crescer e de fazer tudo de uma vez para sentires que fizeste algo. Olha para ti, olha para bem dentro de ti e vê o que conseguiste até agora: superar aqueles obstáculos que te fizeram avançar ainda mais. 
Tem calma. 

2 comentários:

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt