✒ "devias gostar de ti."

No outro dia recebi uma mensagem anónima a dizer e cito "Quanto ao teu aspeto físico, pára de dar tanta importância à forma material que te foi dada para transportar a alma, és tu quem apontas isso, mais ninguém se importa, és tu quem abre esse caminho, assim que parares de ter um problema com isso o problema acaba e a vida segue, o corpo é banal.". Que bonito de se dizer “para de dar importância a isso” como se os meus sentimentos não fossem válidos. É giro de se dizer que o meu aspeto físico não importa quando toda a minha vida me disseram que seria mais bonita se emagrecesse, que devia parar de comer isto ou aquilo porque ia ficar gorda, que devia fazer melhor, que devia ser mais bonita. Afinal sou eu quem aponta isso porque “mais ninguém se importa”. Claro que não. A sociedade passa esta imagem de um padrão de beleza que não varia mas “mais ninguém se importa”. A sociedade diz que as mulheres devem ser assim ou assado, mas “mais ninguém se importa”. Tens alguma ideia o quão lixado é ter dez anos e ouvir que devia preocupar-me com o meu corpo porque podem não gostar de mim? Tens alguma ideia o quão lixado é ouvir que as tuas amigas são bonitas mas ninguém te menciona?
As pessoas dizem que devia gostar de mim tal e qual como sou mas não ensinam como o fazer. Acham que são frases feitas do Tumblr ou do Pinterest que vai fazer uma grande revelação na minha mente, ou na mente de alguém. Quão triste é explicarem contas de matemática com números e letras, no entanto, não explicam como sentir-se bem nos nossos corpos.
É fácil dizer para ignorar os comentários maldosos, para bloquear quaisquer pensamentos negativos que tenha. Não é assim tão fácil realmente fazê-lo quando os comentários e os pensamentos preenchem todos os cantos livres da tua mente, assombrando uma e outra vez.
Não é uma escolha não gostar de mim. Não é como se eu pudesse estalar os dedos e o meu problema desaparece. E é difícil falar o que não gostamos de nós porque o julgamento das outras pessoas é tão duro que tu não queres que ninguém saiba pois essa fraqueza pode ser usada contra ti. 
Então não me venham com a história que eu devia gostar de mim. É claro que devia, isso é bastante óbvio. Porém, adicionem o facto de que vai levar tempo e que não vai ser fácil - é duro saber isso, mas ajuda mais do que falarem do que não sabem. É uma viagem intensa, cansativa, dolorosa; mas vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt