☀ páscoa, ou algo assim.

Chegou a altura de outro evento anual que serve para estorquir dinheiro às pessoas, o normal não é verdade? A Páscoa é uma espécie de Natal mas na primavera, entendem? (Ainda que este ano seja no inverno prolongado.) Há várias coisas que tanto acontecem numa festividade como noutra e, infelizmente, passo por elas. De uma maneira desordenada, aqui estão as tragédias que acontecem na Páscoa:

1. Lembretes Anuais.
Ou seja, quando o pai do tio da tua prima se lembra de ti e dá amêndoas ou um ovo da páscoa, mesmo não falando contigo durante o ano inteiro (e que, já agora, este presente serve para compensar aquelas besteiras que dizem aos teus pais sobre o rumo da tua vida ser demasiado incerto ou não funcionar). 

2. Abençoada Sejas Carteira Família.
A partir do momento que alguém te dá algo, senteste na obrigação de dar algo de volta. E o problema é que, pelo menos comigo, não aguento dar algo assim só porque sim, mesmo que a outra pessoa o tenha feito. Tem de ser planeada e elaborada.

3. Finanças arruinadas.
Ora, esta, sem dúvida, vem bastante de encontro com a anterior. Em Dezembro fui aumentada (para o salário geral, mas é aumento não é verdade) e, finalmente, já consegui dar prendas de jeito no Natal. Contudo, deixou-me assim um pouco... tesa. Ainda estou a recuperar das prendas de natal e já tenho de dar amêndoas e coisas dessas... Ainda com os aniversários antes e depois - sim porque, para compensar, os pais fizeram os filhos todos no verão para nascer nesta época. 

4. Afortunada Tiazinha.
Ao contrário de ti, há sempre aquele familiar que tem dinheiro para dar ou sente-se extra generoso nestes eventos. E ainda que sintas pena porque não podes retribuir, dá aquele gostinho de receber algo que não tenha sido os teus pais a dar-te (os meus não dão nada então... nem no dia da criança me dão, acham isto bem?)

5. Barriga Cheia, Alimentação Feia.
Natal, Páscoa, Aniversários. É assim uma coisa que ocorre durante o ano todo e eu não consigo simplesmente evitar e não comer. É uma desfeita que faço às pessoas terem tanto trabalho a colocar uma mesa rica em comidinha boa e não comer, não é verdade? É de má educação tal ato. Então eu como. Depois vou à casa da minha avó e como. Depois à casa do tio e como. Depois à casa da tia e como. Depois à casa do vizinho e como.
O lado positivo é que poupa-se dinheiro no jantar do dia de Páscoa porque o lanche já chega para esse dia e quase uma semana depois.
O lado negativo é que não consigo trabalhar na barriguinha sexy porque não quero ofender as pessoas.

De qualquer maneira, comam. E boa Páscoa, jovens!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt