✒ a pessoa pode ser a certa, mas o momento pode ser o errado.

Vocês parecem ter sido feitos um para o outro.” Lembro-me perfeitamente da minha mãe o dizer. Ela fazia questão de me lembrar disso porque realmente nos encaixávamos um no outro. Não sei explicar, é uma coisa estranha, mas a verdade é que as nossas metades acabavam por se unir. Que cliché. Reviro os olhos por ser cliché e o meu coração revira-se por ter sido verdade. O que aconteceu? Eu não sei bem. Os nossos caminhos já não eram paralelos, havia poucos cruzamentos e interseções. O nosso GPS não estava sincronizado; acontece, eu acho. São coisas que acontecem, mas não deviam. Se eramos assim tão feitos um para o outro, como diziam, como é que estamos separados? Parece que é verdade aquilo que dizem, a pessoa pode ser a certa, mas o momento pode ser o errado. Crescemos e não foi ao mesmo ritmo. Talvez numa outra vida tivesse dado certo. Ou talvez nem sequer nos conhecêssemos e estaríamos com outras pessoas. Talvez a culpa tenha sido minha, ou talvez tenha sido dele. Ou talvez não seja de ninguém. As coisas acontecem e não se sabem muito bem porquê. É a vida. A vida é estranha e prega partidas que acabam por ser histórias para serem contadas. “Então, lembraste daquele teu namorado que achavas que ias casar? Ele está com aquela fulana, sabes?” E então sorris porque não sabes o que é suposto dizer. Afinal de contas, vocês eram feitos um para o outro e ele já tem outra metade; consequentemente, a tua metade desapareceu. Talvez seja a altura ideal para renovar a tua outra metade, mas contigo. Ou talvez ele volte para ti. Ou talvez não. A vida dá voltas inexplicáveis, por vezes. Só tens de aguentar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt