◍ 7 produções da netflix que devias ver.

A Netflix tem sido uma das maiores transmissoras de conteúdo globalmente. Além disso, produz conteúdo variado desde séries a filmes para manter os espectadores interessados e divertidos. Eu juntei sete das enumeras produções que a empresa tem criado (e bem) e que acho que toda gente devia ver ou, pelo menos, dar uma pequena oportunidade. 

1. 13 reasons why. (série)

Eu ia fazer um post separado sobre esta série por causa de toda a "reputação" que foi criada pelas duas temporadas. Contudo, o tempo foi passando e esqueci-me totalmente de o fazer. 
Esta série é um bocadinho próxima do meu coração porque foi um dos poucos livros que li quando era mais nova porque eu, totó como era, não gostava de ler. Ainda assim, este livro chamou-me atenção, talvez pela sua escrita ou pela sua história, algo despertou um interesse em mim. Quando soube que ia virar série (ia ser filme primeiramente) fiquei curiosa em como o iriam fazer. Claro que só virou polémica e controverso quando virou série porque, como livro, nunca ouvi ninguém dizer nada de mal.
Desde já, o elenco é simplesmente incrível. Acho que não haveria ninguém melhor para fazer as personagens do que os atores atuais. Acho que a coisa que mais me chamou atenção foi o facto de ser dividido por cassetes, sabem? Cada uma conta uma história que acabam por se interligar, o que levam ao suicídio da Hannah. Acho que o enredo em si foi todo muito mal interpretado, talvez pelo facto de que certos assuntos foram pouco explorados. Contudo, acho que dá para ver perfeitamente o sentido que o escritor, os produtores, os atores, toda gente, quis levar com aquela obra. Daí haver segunda temporada, mesmo que não fosse propriamente preciso. Eu podia fazer um post completo sobre as supostas hipocrisias e controversas, mas vou deixar para que vocês vejam e tirem as vossas próprias conclusões.

2. stranger things. (série)

Acho que nem precisa de apresentações. Uma das séries mais faladas de 2017, Stranger Things é baseada no desaparecimento de um menino. A polícia, amigos e família tentam procurar o seu paradeiro e aventuram-se por zonas perigosas, onde acabam por encontrar uma menina que não sabe falar, mas que, de alguma maneira, tem poderes especiais. Já são duas temporadas de sucesso, mostrando a qualidade da performance dos mais novos. Os efeitos especiais é algo muito bom na série, já que o projeto é basicamente baseado neles. Além disso, o próprio suspense é bom pela maneira subtil mas ágil que foi criado. 

3. insatiable. (série)

Eu acho que isto é outra série que foi tirada muito fora do contexto porque as pessoas, hoje em dia, tendem a ficar ofendidas com tudo e mais alguma coisa. Só apenas com o trailer, a ofensa foi tanta que fizeram uma petição para não deixarem a série ser lançada. Como é que se pode criticar algo quando nem se sabe o conteúdo? Enfim.
A história é criada à volta de uma rapariga que ficou magra durante o verão porque levou um murro no maxilar o que a fez ter uma dieta de líquidos. Ela era gozada na escola por ser gorda e, assim que se apercebeu que as mesmas pessoas que a gozavam agora tinham inveja ou a idolatravam, ela usou isso a seu favor para se vingar.
É cliché? Um bocado. No entanto, não acho que a controversa feita tenha feito sentido porque não acho que se tenham feito piadas ofensivas sobre a obesidade. O que quero dizer com isto é que sim, mostra as coleguinhas a gozarem com elas, mas é baseado na história pessoal da criadora da série. Todas as piadas que são ditas sobre o peso ou a forma da Patty, são piadas que já foram utilizadas em outras séries - não que isso seja aceitável caso fosse ofensivo, mas acho que se anda a exagerar muito com este tipo de coisas. O humor usado é um pouco pesado, isso é bastante óbvio, utilizando a sátira também.
Acho que a própria série mostra que apesar de se ter "tudo" o que se desejava, não quer dizer que se alcance a felicidade suprema. Não se esqueçam que um projeto é muito mais do que o pedacinho que mostram.

4. jessica jones. (série)

Eu não conheço os comics da DC nem da Marvel, apesar de gostar imenso das séries inspiradas neles. Não sei nem distinguir os dois, para ser sincera. Sei que a Jessica Jones é da Marvel porque aparece logo na introdução (ups). Tenho uma palavra para esta série: FANTÁSTICA. Para além de ter uma mulher como heroína a fazer de detective (quem me conhece sabe que gosto imenso disso), conta os problemas que ela tem ao lidar com relações e como lida com os seus poderes de forma mais subtil, digamos. Eu adorei a segunda temporada visto que ela procura quem era e o que se passou com ela. É um policial, tem superpoderes, tem uma mulher poderosa e ela tem imensa piada, o que pedir mais? 

5. riverdale. (série)

Ainda não só estou no episódio oito da segunda temporada, mas já me rendi. Eu ouvia falar desta série no twitter com screenshots e citações famosas, mas não me chamou muito atenção, sinceramente. Após ter acabado Lucifer (uma série também muito boa), decidi dar uma oportunidade a Riverdale - e ainda bem que o fiz. Novamente, envolve resolver crimes (um por cada temporada, pelo que percebi) sendo que eles envolvem diretamente as personagens principais de alguma maneira. Um grupo de quatro (ou cinco, ou seis, dependendo dos dias) adolescentes procuram respostas às atrocidades que acontecem onde moram, em Riverdale. Entretanto, cada um tenta resolver os problemas pessoais que tem e tentam descobrir-se a eles mesmos e aos amigos. Além disso: Cole Sprouse.

6. to the bones. (filme) 

Este projeto também teve a sua controversa quando Lily Collins foi criticada por ter perdido (ainda) mais peso para interpretar a personagem principal. Para quem não sabe, a própria atriz sofreu de anorexia e o filme era algo muito próximo de si exatamente por isso. O filme retrata as dificuldades de alguém que tem esse distúrbio alimentar e como é difícil fazer alguém perceber que o seu valor não se mede através de quilogramas. A doença não afeta só à pessoa que a tem, mas também a quem a rodeia e quem vive com ela. É complicado ver alguém desaparecer à tua frente, dia após dia, seja por distúrbio alimentar ou doença psicológica. 

7. to all the boys i've loved before. (filme)

Para acabar de forma "leve", aqui está um filme que me fez chorar (como é óbvio porque eu choro por tudo). É um romance adolescente, baseado num livro, que fala de uma menina que escreveu uma carta a cada rapaz que gostou, mas nunca as enviou. De alguma maneira, os rapazes recebem as cartas e a história desenvolve-se por entre essa ação. Não posso dizer muito mais porque não quero dar spoilers, mas é um enredo muito giro e divertido que te faz perceber que, no final de tudo, ser vulnerável pode trazer coisas boas, pessoas boas. 



E tu? Tens alguma série, filme ou documentário feito pela Netflix que gostarias de recomendar? Diz nos comentários!
Até à próxima,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta a tua opinião ou algo que gostarias de me dizer!

NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTILHAR O POST COM OS VOSSOS AMIGOS/FAMILIARES E COMENTAREM SE GOSTAM E/OU COM IDEIAS PARA COISAS QUE GOSTAVAM DE VER. OBRIGADA POR LEREM!




WOOK - www.wook.pt